18 de mai de 2012

Retorno ao Sarah

Depois de vinte mil exames, voltei após 6 meses à minha consulta de retorno ao Sarah.

Fiz exames nunca d'antes imaginados: tomografia, ressonância (até ai tudo bem, tudo normal), teste de bolha (o que é isso?????).  Teste de bolha, como o própio nome diz, é uma injeção periférica de solução produtora de microbolhas, para serem visualizadas ao eco bidimensional (por exemplo, solução salina agitada).  Deus me livre!!!

Não que doa, mas é assustador só o pensamento de injetarem ar dentro de você.  Realmente scary!

Foi nesse exame que identificaram o meu defeito de fábrica (não necessariamente o causador dos AVCs), o tal palavrão FOP (Forame Oval Patente).  Aquele "buraco" no meio do coração.



Pode não ser ele o causador, mas pode ser.  Controvérsias acadêmicas.  Ou seja, não consegui chegar a conclusão nenhuma (nem eu, nem os médicos).  Maravilha, não??? (Pra não falar o contrário!)

Recomendação: procurar um cardiologista para me acompanhar.  Como se já não bastasse o hospital inteiro me atendendo, terei que ter mais um na minha lista!

Na verdade já estava esperando por esse diagnóstico (ou melhor, pela falta dele!).  Lá veio outro palavrão: dissecção arterial.

Palavrão 3 - Recomendações: evitar exercícios que promovam a tal de Manobra de Valsava (vou ser orientada pela minha fisio do que se trata isso de maneira prática).

Realmente não podemos ter a expectativa de que os médicos terão respostas para tudo!  Afinal de contas, medicina não é ciência exata, longe disso.  Médico não é engenheiro!!!

2 comentários:

  1. Ciência trazendo mais dúvidas do que respostas... me soa bem familiar. Estamos contigo, em pensamentos e boas energias. bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Fábio! Aos poucos a gente vai abrindo as cortinas para nossas dúvidas!
      Bjão

      Excluir