25 de jan de 2012

Let it go - AVC

Deixe acontecer.  Essa é uma dos possíveis significados para a expressão acima.

E o que acontece com os AVCs é um pouco disso.  Por mais que você queira fazer um determinado movimento, parece que ele é independente de nossa vontade.  Só acontece quando ele quiser.

É lógico que muito depende ainda de nossa força de vontade, mas que determinados movimentos têm vontade própria, isso é verdade.  Não é à toa que os profissinais usam o termo tronco-caudal (da cabeça aos membros) para denominar esse "fenômeno".

O pé vai ter a sua hora de mexer, assim como as mãos.  Cada lesão é uma lesão (cada AVC é um AVC)!  Tenham isso em mente! 

Muito na ansiedade de conseguir mexer o que antes era tão natural, nos frustamos com a ausência de sucesso.

Do nada, essa semana, consegui colocar meus braços atrás da cabeça (sabe aquela posição quando estamos com preguiça, relaxados??).  Felicidade única.  Sei que está diretamente relacionado com os exercícios que estou fazendo, mas mesmo assim não deixo de me surpreender com essa pequena vitória.

Tentei por muito tempo isso, parecia impossível para mim.  Muita dor, não conseguia elevar os braços.  Por mais que tentasse.  Falei aqui que iria me dedicar (e muito) ao braço direito.  E estou!

Não devemos nos sentir frustados quando um movimento não acontece.  Ele tem sua hora certa.  Sua vontade própria.  Por mais que imaginemos que temos controle sobre nossos membros, não temos.  O cérebro tem!  E ele é muito doido!  Vai entender?!

Não sou da área médica, nem pretendo aqui falar (escrever) verdades absolutas.  Mas têm coisas fora de nossa compreensão.  Parece algo místico (assim prefiro pensar).

Conjugada com minha fisioterapia, voltei essa semana a fazer acupuntura que há tempos não fazia.  Dei uma tarefa e tanto para o meu acupunturista.  Chegar com problemas de fácil solução não têm graça, não é mesmo???

Tenho muita coisa a equilibrar no meu corpo, e acredito sim em  medicina oriental!  Faço o que está ao meu alcance para melhorar.  Estou cheia de "esparadrapos" com sementes!  Tenho fé nisso, e isso é o que importa!

Com certeza passarei a ter um ganho maior na minha reabilitação com a acupuntura. Como tudo, é uma questão de tempo.

2 comentários:

  1. Olá Adriana!

    Ao procurar sobre AVC na internet encontrei o seu blog e fiquei lendo sua história e me emocionei muito... Uma pessoa muito querida minha teve um AVC no início do ano e está no hospital... Ela ainda não abriu os olhos, mas se mexe um pouco, não sabemos bem ao certo quais serão as sequelas da doença e se os movimentos são involuntários, mas estamos rezando muito. Quero te parabenizar pelo seu blog, me fez muito bem lê-lo... Com certeza você está fazendo muitas pessoas se sentirem melhores, assim como eu. Parabéns por ser essa pessoa lutadora! Desejo a você muita saúde e que tenha uma ótima recuperação! Tem mais uma pessoa agora torcendo por você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada.
      Você não sabe como fico feliz em poder ajudar algumas pessoas. Assim, pelo menos, sei que estou fazendo algo positivo para alguém!
      Força na recuperação dela!

      Excluir