5 de dez de 2011

Sentido das palavras - AVC

O propósito desse post é pedir desculpas aos apaixonados pela língüa portuguesa se estou escrevendo alguns parágrafos sem muito sentido.
Desde que sofri meus 2 AVCs, meu raciocínio não é como antes (vejo algumas vantagens nisso).  Tenho que rever tudo que faço para ver se está a contento ou não!   Isso quando me lembro de rever meus atos!  Velho hábito de partir para novas tarefas tem me custado alguns "centavos".  É um texto que não faz mais sentido, uma conta que eu agendei para o mês errado, um guarda-chuva ou um telefone esquecido em uma de minhas saídas de casa.
Quando li o livro da Jill, ela me "alertou" para esse tipo de coisa.  É... Comprometer o lado esquerdo do cérebro dá nisso!


Como uma criança sendo educada, devo separar tudo que preciso para sair com uma certa antecedência.  A pressa, o stress do dia-a-dia não me controlam mais! (EBA) Isso sem contar as inúmeras vezes que deixo o celular no silencioso sem me aperceber!
Isso para quem fazia tudo tão automático, é meio "complicado" de administrar.
No livro ela cita que comprometendo o lado esquerdo de seu cérebro, você pode não "organizar" suas tarefas do cotidiano como antes.  O lado esquerdo do cérebro é o resposável pela nossa "organização mental".  Listas, esquemas mentais, tudo é comprometido!  Como um exemplo simples citado no livro dela, ela comenta que aqueles comandos até então tão básico.  
O que para uns pode ser uma  grande besteira para uns, essa falta de "automaticidade" (sei lá se essa palavra existe!) para outros têm uma grande importância no dia-a-dia.
Então eu espero de vocês um "desconto", caso esteja escrevendo fatos sem uma ordem muito lógica.  Isso também faz parte do meu processo de reabilitação! Me curar 100% ou 95% faz parte do meu comando do momento!

2 comentários:

  1. Depois de dois acidentes que você teve,meu Deus quem é capaz e dizer algo...você é uma guerreira, eu aqui louca para ouvir o som da voz do meu pai...você vê o milagre acontecer todos os dias. Parabéns estou adorando seu blog.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo apoio! Escrevo o blog pensando mesmo nas pessoas que precisam de alguma informação numa hora tão difícil!

    ResponderExcluir